Conheça os 11 Requisitos do Planejamento Estratégico

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Dando continuidade ao artigo: Como Fazer Um Planejamento Estratégico Em SSO?, iremos ver hoje o Planejamento Estratégico (PE), com Gerenciamento por resultados e melhoria contínua, conhecendo os seus 11 requisitos.

O PE pode ser construído por 11 Duo C’s é uma forma de concentrar em 11 requisitos e valores para que o planejamento estratégico tenha o sucesso que todos esperam para a organização.

\"\"

  1. O Planejamento Estratégico – deve primeiramente estabelecer se o Objetivo é uma Inovação ou se trata de manutenção de um ciclo anterior que ainda não revelou os resultados inicialmente pretendidos;
  2. Gerenciamento vai seguir uma ordenação sequencial por importância, relevância alinhados com a priorização obtida pela aplicação da Matriz de Categorização de riscos no Inventário de riscos;
  3. Objetivo Estratégico é o Target/alvo a ser perseguido. Uma mudança para o futuro sob perspectivas financeira, mercado, clientes, processos internos, aprendizagem e crescimento.
  4. Responsável designado para comandar/liderar este processo para a consecução do objetivo proposto;
  5. A ação Estratégica é a descrição permenorizada, detalhada do passo à passo, das etapas deste processo para a obtenção do resultado em SSO;
  6. Meta é o Alvo do objetivo estratégico. O quanto que se quer conquistar, avançar, evoluir no controle deste fator de risco ocupacional. A meta obrigatoriamente deve ser SMART (Específica, Mensurável, Atingível, Relevante e Temporal);
  7. Status da Meta é a posição ou situação pontual da evolução desta busca permanente, repetida e incessante até o nível de excelência;
  8. Indicadores são padrões definidos pela Organização que permitem medir e verificar o desempenho de determinada Meta de SSO. Permitem mensurar o resultado final de maneira representativa e confiável.
  9. Prioridade é a ordem de execução definida pela Matriz de categorização de riscos do inventário de riscos ocupacionais, alinhados com os requisitos da NR 01;
  10. Custos são os valores (hora técnica estudo, planejamento, projetos, matéria prima, etc.) previstos para a consecução do objetivo estratégico estabelecido;
  11. Temporalidade – Toda e qualquer meta dentro do PE tem um prazo razoável para a sua conclusão e deve acontecer dentro do prazo previsto

Então um PE de excelência deverá considerar estas 11 Etapas Previstas conforme acima exposto.

*    Conhecimento: Inteligência prática, retenção da informação aplicada, metodologia e visão sistêmica. Empregar informações adquiridas ao longo do processo acadêmico.

*     Coragem: disposição para inovar, evoluir, tomar decisões, firmeza e perseverança.

*     Confiança: elementos de convicção no próprio valor, esperança firme, atrevimento, familiaridade e otimismo.

*     Competência: organização e excelência. Qualidade de quem é capaz de apreciar e resolver certo assunto, domínio para fazer determinada coisa; capacidade, habilidade, aptidão, idoneidade.

*     Controle: Foco, acompanhamento e monitoramento/vigilância, comprovação através de evidências objetivas, fatos e dados, dirigir uma atividade orientando-a de modo mais conveniente.

*     Comunicação: Transmissão, compreensão, entendimento, propagação. Socialização da informação, compartilhamento e integração.

*     Colaboração: Participar coletivamente, contribuir para a consecução do objetivo comum. Espírito de equipe e disponibilidade.

*     Comprometimento: Comprometer-se, agir com responsabilidade e disciplina. Desejar o resultado e o bem comum.

*    Compreensão :  Tomar consciência, compreender o significado, o sentido da lei (hermenêutica jurídica), da norma, da regra. Capacidade d resiliência.

*   Comando :  Liderar, tomar decisões assertivas, resolver conflitos, utilizar conhecimentos adquiridos ao longo do processo acadêmico. Conduzir suas relações com responsabilidade.

*   Consolidar :  Tornar consistente, robusto, sólido, convincente as práticas prevencionista. Dar ou adquirir força, importância, relevância. Unir, transformar a SSO em benefício para todas as partes envolvidas. Estimular a maturidade das práticas de SSO como valor indispensável e indissociável de qualquer trabalho, operação ou negócio.

 

Fique atento as nossas midias que em breve disponibilizaremos o modelo do Planejamento!

Bom trabalho!!!

\"\"
Autor: Pedro Valdir Pereira
Safety Technician-Ergonomics, Occupational hygienist, Health and Safety /Reg. MTb. 45/00069-2 Formação Profissional Coaching Gerencial;
Técnico Internacional em Emergências Químicas – Especialista em Atendimento de Emergências – NFPA 472 U.S.A;
HazMat Technician Standard for Professional Competence of Responders to Hazardous Materials Incidents – Technician Level – transportation technology center, University of Texas at Austin – inc. USA;
Instrutor Credenciado CMBM / CBM RS REG. N° 000.185 / 2011, N° 0.379 / 2013, 551/2015, 733/2017, 078/2019;
Juiz do Tribunal de Mediação e Arbitragem do RS / TMA RS – Matrícula TMA/RS 1328;
Consultor Técnico – Defesa Civil RS;
Membro da Cruz Vermelha Internacional – Vale do Taquari;
Delegado Eleito para representar o RS na Conferência Nacional de Defesa Civil – Brasília em NOV 2014;
Instrutor, Professor, Comunicador, Palestrante, Coordenador de SST, Consultor Técnico em SST.

Os artigos reproduzidos neste blog refletem única e exclusivamente a opinião e análise de seus autores. Não se trata de conteúdo produzido pela RSData, não representando, desta forma, a opinião legal da empresa.

Categoria

Últimas Postagens

Siga a RSData

Inscreva-se em nossa Newsletter: