-- Global site tag (gtag.js) - Google Ads: 800368142 -->
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Estudo global do Gartner aponta três pontos primordiais, em termos de Segurança e Saúde do Trabalho, no retorno às atividades presenciais nas empresas dos mais diversos setores:

1. Distanciamento físico entre os trabalhadores
2. Equipamento de Proteção Individual (EPI)
3. Instruções corretas, detalhadas e abundantes sobre formas seguras de trabalho neste modelo

Vamos falar sobre isso?

Conforme a consultoria, as condições atuais do escritório, loja, fábrica ou qualquer que seja o ambiente de trabalho são a primeira coisa a ser avaliada, tanto pelos colaboradores, quanto por autoridades de SST que, eventualmente, fiscalizem o local.

O Gartner recomenda que, antes de sequer chamar os colaboradores de volta, seja implementada uma política extensa e clara de diretrizes de distanciamento físico e adaptações das instalações ao momento atual, de pandemia da Covid-19.

Para a implantação de tal política, a consultoria global recomenda que se leve em conta, além das diretrizes e das especificidades do trabalho a ser realizado, também – e principalmente – os receios e preocupações dos trabalhadores: com o que se preocupam mais? Quais as dificuldades que temem encontrar no novo modelo de trabalho, e como eliminá-las? Diante do que se sentem inseguros, e como solucionar estas questões?

Além disso, o Gartner indica aos gestores que atentem para a segurança e salubridade não somente dos locais de trabalho, mas também de outras áreas de convivência na empresa, como refeitórios, banheiros, espaços de descanso, recepções e outros. Todos os espaços precisam estar em plena concordância com as novas regras de segurança e saúde do trabalho mediante as exigências demandadas pela pandemia.

Quanto ao EPI, a importância é máxima. Cada colaborador ou equipe precisa receber os Equipamentos de Proteção Individual adequados às funções que desempenharão e às medidas de segurança e saúde exigidas nas medidas anti-disseminação do novo Coronavírus.

Quando todos estiverem com seus EPIs em dia, somente aí o trabalho pode iniciar. Mas, é preciso também que todos saibam utilizar os equipamentos da maneira correta, bem como se comportar de maneira adequada nos espaços de trabalho, e isso demanda instrução por parte das empresas.

Assim, ao empregador cabe criar e distribuir instruções sobre o momento atual, certificando-se de que todos tenham pleno entendimento do que é norma, do que é expectativa, do que é permitido e não permitido.

Higiene, distanciamento físico, uso de EPI, compreensão dos impactos de negligenciar qualquer um destes campos, tudo isso precisa ser muito claro às equipes e aos gestores no retorno às atividades presenciais.

Somente assim o trabalho poderá ser desempenhado de maneira satisfatória mediante o atual cenário, de pandemia da Covid-19, sem gerar riscos tanto à segurança e saúde dos trabalhadores, quanto às empresas.


Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

Open chat
1
Fale com nosso setor comercial! Como podemos te ajudar?