-- Global site tag (gtag.js) - Google Ads: 800368142 -->
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

O eSocial impacta diversos setores das empresas, tanto interno quanto externo, pois a pontualidade e veracidade quanto às informações transmitidas precisam ser monitoradas. Nos setores de Recursos Humanos e Departamento Pessoal, as mudanças são mais significativas, já que todo o processo de controle da folha de pagamento e das informações dos funcionários precisa ser feito no formato analítico e controlado. Entender a relação entre eSocial e folha de pagamento é fundamental para ficar em dia perante a tantas novidades.

Antes do eSocial, alguns eventos referente à folha de pagamento tinham um tempo maior para serem acrescentados nos registros oficiais, lembrando que o Governo deve ser informado sobre qualquer alteração no quadro de colaboradores, antes o envio de informação, como admissão de um novo empregado ou um afastamento podiam ser notificadas em até 30 dias.

Com o advento do eSocial, tais dados como admissão precisam ser prestados sempre um dia antes da sua contratação, em casos de demissão a empresa tem até 10 dias para realizar a sua entrega, lembrando que é necessário a aplicação de controles de gestão ao eSocial, onde a empresa deverá seguir um Checklist ou fluxo de cada etapa, como os seus prazos de entrega, assim a gestão será assertiva.

Devemos lembrar a relação do eSocial com a Segurança e Saúde no trabalho, que logo estarão sendo englobados pelo o eSocial. É importante destacar que desde agora precisamos organizar nossos fluxos incluindo está parte dentro dos controles e compliance das empresas.

Desse modo, a folha de pagamento deve ser feita de modo mais criterioso, verificando se todas as informações estão atualizadas, como por exemplo:

  • Alterações de cargos X exame de troca de função;
  • Reajustes salarias antes do envio dos eventos não periódicos;
  • Gestão de afastamentos X datas de retorno;
  • Lotação Tributária X FPAS e Códigos de Terceiros;
  • Percentuais da alíquota GIIL-RAT e FAP;
  • Controle de Cargos X Salários X Funções;
  • Controle de Período aquisitivo de férias (previsto na versão beta do novo layout).

Como os dados do sistema serão avaliados de maneira integrada, faz-se necessário garantir que essas mudanças estejam inseridas, e a remuneração feita de modo proporcional. Assim, a folha se mantém dentro das regularidades e as guias de recolhimentos estejam de acordo com as normas.

Na nova regra, o RH também deve fornecer endereço, estado civil, grau de instrução, existência ou não de dependentes, data de nascimento e os demais dados pessoais de cada funcionário inserido na folha de pagamento. Também será necessário anexar informações acerca das condições de trabalho e da saúde do trabalhador. Para o gestor, aumenta-se o trabalho de reunir e integrar tudo que é cobrado. Além disso, existe a preocupação de que as informações de pagamento deverão ser compatíveis e coerentes com os registros fornecidos.

Todos os registros que a empresa fornece pelo eSocial são enviados ao fisco de maneira unificada. Assim, as obrigações trabalhistas, previdenciárias e fiscais quanto aos funcionários da empresa serão avaliadas com mais critério e pautadas em bases mais concreta.Com isso, a folha de pagamento e as quitações de férias, demissões e outras atividades devem ser pontuais, feitas de maneira correta e acrescentadas ao sistema dentro dos prazos.

A unificação entre eSocial e folha de pagamento pode assustar algumas empresas e pessoas, pois as informações serão avaliadas com muito mais rigidez e controle pelo governo para ajudar a todos e garantir, entre tantas coisas, a saúde do trabalhador. No entanto, vale para a empresa encarar o sistema pelo seu caráter benéfico.

O eSocial é uma ferramenta para desburocratização, fácil obtenção de informações e uma possibilidade e maior controle da gestão, para isso é necessário a aplicação dele em todos os fluxos da empresa que trabalham com dados e report’s ao eSocial.

Oriento que cada área da empresa revise seu fluxo, pois com os processos definidos e conhecidos pelas equipes a entrega é ágil, para uma folha de pagamento assertiva ao eSocial, sem retrabalhos.

 

 

Tatiana Fátima Golfe

Bacharel em Ciências Contábeis, Pós-graduada em Gerenciamento de Projetos e Processos, cursando MBA em Legislação Trabalhista e Previdenciária , Proprietária da TFGOLFE Assessoria e Consultoria Tributária. Participante dos grupos: GT-Piloto, GT-Fenacon, GT-Homologação e GT – Softwares Contábeis.

Instrutora da Fecontesc no projeto PEC e Instrutora do Sescon Blumenau, CDL Chapecó.

Atua como formadora de opinião de diversos grupos de eSocial e Departamento Pessoal em nível nacional e realiza palestras em eventos direcionados a folha de pagamento e eSocial.


Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

Open chat
1
Fale com nosso setor comercial! Como podemos te ajudar?