-- Global site tag (gtag.js) - Google Ads: 800368142 -->
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Você tem informações de clientes em suas bases de dados? Se a resposta for sim, então você terá de se enquadrar à LGPD – Lei Geral de Proteção de Dados, que demanda adequações de processos e tratamento de dados desde já.

A Lei 13.709 (LGPD) versa sobre o tratamento e uso de dados de pessoas físicas ou jurídicas. Ah, mas eu só tenho informações básicas de clientes na minha empresa… Não importa! TODA informação é relevante para o contexto da LGPD, e, por isso, toda sua atenção é necessária para este tema.

Em primeiro lugar, você tem que saber que, uma vez fornecidos a sua empresa, os dados de clientes são responsabilidade SUA. Da SUA empresa, que é quem controla ou opera os dados.

Ou seja, se tais informações estão em suas bases de dados, seu negócio precisa estar, obrigatoriamente, adequado à LGPD. Isso passa por utilizar softwares que cumpram os requisitos de respeito à privacidade e segurança dos dados, o que vale para todas as áreas – incluindo Segurança e Saúde do Trabalho.

O objetivo é garantir privacidade ao cliente, em relação a seus dados, bem como segurança das informações que ele entrega à empresa, contribuindo, com isso, para que a companhia alcance um status de maior confiabilidade no mercado.

Compliance com a LGPD é fundamental neste sentido: não são só as multas e penalizações previstas pela Lei que devem ser motivo de preocupação para as empresas, mas também a credibilidade junto a seus clientes e prospects, uma vez que, respeitados os requisitos da Legislação, estará também garantida uma imagem positiva, de respeito à integridade dos dados utilizados.

Obedecer aos critérios da LGPD é demonstração de responsabilidade e idoneidade. Pense nisso.


Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

Open chat
1
Fale com nosso setor comercial! Como podemos te ajudar?