Para atender as necessidades e expectativas de todos os envolvidos, é preciso entendê-las.

A revolução industrial é o grande marco destas conquistas para a legislação de proteção em segurança e saúde ocupacional (SSO), e o registro deste marco está retratado no filme “O GERMINAL”.

A Revolução Industrial provocou uma série de transformações políticas, sociais e econômicas na história, especialmente para a sociedade de trabalho. O escritor francês Émile Zola (1840-1902) representou essas transformações brilhantemente em sua espetacular obra, “O Germinal”. O romance foi adaptado para o cinema sob a direção de Claude Berri, em 1993.

O filme “O Germinal” aborda as relações de trabalho, as lutas de classe existentes na sociedade capitalista, o processo de instalação do capitalismo nas cidades e o ritmo da produção e da exploração dos trabalhadores pelos patrões através do trabalho desumano nas minas de carvão francesas, retratando claramente as severas transformações sociais impostas pelo modo de produção capitalista.

O título do filme faz relação com o processo de desenvolvimento e de amadurecimento dos movimentos grevistas das minas de carvão do século XIX na França. Essas manifestações foram provocadas pelas condições precárias de trabalho, pela miséria, exploração e pelos baixos salários impostos pelos patrões aos operariados.

Recomendamos que todo o profissional que labora no campo da Segurança e Saúde Ocupacional – SSO, em algum momento possa empregar este recurso para que seu público possa perceber e valorizar a importância das conquistas obtidas ao longo dos tempos, conquistadas por esta gente brilhante, que pagou caro e com a própria vida este legado para a humanidade. Uma reflexão que nos permite a cada um de nós formar juiz de valor e estimular hoje as práticas preventivas. Muito mais que Lei; muito mais que obrigação ou prioridade, é um direito a dignidade e um valor indispensável a sustentabilidade de qualquer negócio. O GERMINAL vai oportunizar uma profunda reflexão sobre a evolução das leis no Brasil e no mundo.

O uso do filme como recurso didático nas atividades de educação para a prevenção e à saúde Ocupacional possibilitará (e eu já apliquei isto) ao Instrutor analisar, juntamente com seus alunos, as mudanças ocorridas durante a Revolução Industrial na França do século XIX e os reflexos na sociedade de trabalho.

Sugiro ao colega prevencionista, no que couber:

  • O Filme está previsto para 2h e 50min de duração. Organize-se por meio da elaboração de um roteiro prévio para que a projeção do filme seja aproveitada da melhor forma.
  • Informe aos alunos sobre os aspectos gerais da produção do filme, sempre que for possível.
  • Retome, sempre, o tema central do filme: as transformações ocorridas na sociedade pela revolução industrial e pelo novo modo de produção.
  • Se for necessário, trabalhe somente os fragmentos mais importantes da produção.
  • Faça uma breve síntese, destacando os aspectos importantes do filme.
  • Peça aos alunos que redijam uma análise crítica sobre os aspectos estéticos, históricos e didáticos do filme trabalhado em sala.
  • Marque um determinado dia para que os alunos façam a análise durante a aula.
  • É recomendável que o professor estimule a participação de todos os alunos que reportem de forma individual ou em pequenos grupos o resultado da percepção. Quesitos prévios pode ser distribuído pelo professor para estimular a racionalização. Este filme pode ser um excelente recurso didático para a reflexão e mudança de comportamento em SSO na Organização.

Veja mais: trailer do filme

RSData software de sst

Os artigos reproduzidos neste blog refletem única e exclusivamente a opinião e análise de seus autores. Não se trata de conteúdo produzido pela RSData, não representando, desta forma, a opinião legal da empresa.