-- Global site tag (gtag.js) - Google Ads: 800368142 -->
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

No Brasil, a automatização de processos relacionados a Segurança e Saúde do Trabalho (SST) ainda engatinha nas empresas. Porém, o cenário precisa mudar, pelo bem das próprias corporações: momentos como a atual pandemia do Covid-19 mostram o poder e a importância de se contar com recursos que permitam gerenciar negócios, ações, prevenções, tomar decisões e manter a produtividade, com segurança e acuracidade, ainda que sem a possibilidade de contar com a presença e a circulação normais em um ambiente de trabalho.

 

Este cenário dá uma ideia da importância do investimento em tecnologia para gestão de SST.

 

Com tecnologia para gestão de SST, fica mais fácil gerir os cuidados que precisam ser redobrados com o empregado no momento atual. Também, em relação a questões de conformidade (como o e-Social, que não tira férias por causa da pandemia), fica mais simples e eficiente acompanhar de perto o cumprimento das metas propostas pelos programas de SST (PPRA, PCMSO, LAUDO DE INSALUBRIDADE / PERICULOSIDADE, LTCAT e outros), bem como investir em melhoria contínua para evitar problemas futuros.

 

Um software especializado e dedicado à área de SST, interligado e compartilhado com softwares de gestão (ERP), sistemas de folha e estoque, gerará um ambiente de informações de qualidade elevada, distribuídas de forma centralizada e de fácil gerenciamento.

 

Isso, somando à expertise de fornecedores especializados, garante o melhor gerenciamento de todas as áreas envolvidas na gestão da própria empresa, resultando em um cenário de maior conformidade, segurança, produtividade e tranquilidade para os gestores.

 

Outro ponto fundamental é a contratação e investimento em mão de obra especializada: lidar com SST de forma assertiva exige conhecimento e vivência na área, bem como visão de gerenciamento. Só assim será possível obter os melhores resultados, já que de nada adiantará ter os melhores softwares do mercado se não houver na empresa pessoas capacitadas a lidar com os dados e recursos entregues pelos sistemas, ou com todas as possibilidades que estes entregam.

 

Em suma, sistemas de gestão de SST facilitarão  gerenciamento de rotinas ligadas a Segurança e Medicina do Trabalho, incluindo o PPP, entregarão recursos de prontuário eletrônico e atendimento médico, funções ligadas a audiometria e CIPA, funcionalidades da área financeira (para gestão dos movimentos financeiros, com geração de nota fiscal eletrônica de serviço e boletos de cobrança) e biometria (com criptografia de informação na gestão de EPI), entre outros.

 

Se tudo isso for interligado a uma base legal vinculada ao próprio software, estaremos falando do melhor dos mundos. Isso trará, junto com a facilidade de operação, confiabilidade, segurança e rastreabilidade  da informação, também produtividade e agilidade aos processos de SST.

 

Profissionalizar e equipar com tecnologia de ponta a gestão de SST é melhorar o ambiente corporativo para gestores e colaboradores. É assegurar conformidade e segurança à gestão. É passar de um cotidiano de incertezas e riscos para uma rotina pautada em assertividade. É ganhar tranquilidade e produtividade – o que, certamente, resultará em aumento da competitividade.


Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

Open chat
1
Fale com nosso setor comercial! Como podemos te ajudar?